Livro do Dia: Dom Casmurro/Capitu



Olá Galera, hoje resolvi compartilhar um pouco sobre o que senti, achei sobre o livro Dom Casmurro escrito por Machado de Assis. E também da mini série Capitu que foi baseado no livro. Para quem já viu a mini série ou ate mesmo teve a grande oportunidade de ler esse magnifico livro. Sabe muito bem como é a sensação desde do início ao fim. Chega muito de blá, blá e vamos começar logo essa resenha. Espero que curtam :)

Para iniciar, vamos primeiro ter que conhecer melhor o livro, pois é aqui vamos. O livro não é um dos mais novos, mas ainda conquista corações, pelo menos o meu já conquistou rs. O livro conta a história da vida de Bento Santiago.

Ameei cada parte do livro. <3



Todo o livro é narrado por Bentinho, ele está escrevendo um livro sobre a sua vida, que pode se dividir em duas partes
  • A primeira parte é sobre a sua ida ao seminário e como ele fez para escapar disso para poder se casar.
  •  A segunda parte é sobre sua desconfiança em Capitu, o receio que ele sentia na possibilidade dela o ter traído.
 Em toda a narrativa Bentinho conversa com o leitor, todas as palavras são direcionadas para nós, como se ele quisesse que o leitor chegasse a tal conclusão.




RESENHA:
A Dona Glória que é a mãe de Bento, fez uma promessa que quando criança ele ia se tornar padre. Quando ele completa 15 anos de idade a mãe dele resolve que é a hora para colocar seu filho no seminário e com isso se dedicar finalmente a vida religiosa. Bentinho e Capitu são amigos desde muito tempo, e quando chega a fase da adolescência, eles começam a descobri sentimentos e claro emoções e com isso percebem que gostam um do outro, ou seja o amor. Então com isso ele pede ajuda ao José Dias que o agregado da família para que possa convencer sua mãe de não ir para o seminário e com isso não se tornar padre, para poder finalmente poder fica com sua amada.

Pretendo não contar toda a história, pois assim acaba perdendo totalmente a graça que há. Pelo menos fiz uma breve introdução do que o livro nos traz. Mas o motivo do surgimento do nome Dom Casmurro que é o que o livro traz é  que
Não consultes dicionários, Casmurro não sentido que lhes dão, mas no que lhe pôs o vulgo de homem calado e metido consigo. Dom veio por ironia para atribuir - me fumos de fidalgo.
Bom ai está a explicação do seu surgimento. Agora vamos partir para a parte em que tudo saiu do papel, me refiro a mini série que surgiu na Globo no ano de 2008, foi exibido no dia 9 até o dia 13 de Dezembro. Foram 5 capítulos, mas que acabou conquistando do mesma maneira que o livro, mas como sempre o livro é algo indescritível. Mas não podemos negar que sua construção foi algo que segui muito bem a estrutura do livro. A única coisa que mudou  foi que a obra se titula Dom Casmurro, mas a mini série chamada de Capitu.


Tanto na história, como na mini série uma dúvida paira no ar. Que é saber se Capitu realmente traiu ou não Bentinho? Bom diversas opiniões surge quando se trata desse assunto.


A minha opinião ainda está meia que dívida. Bom mudando um pouco de assunto, uma coisa me faz relembrar cada minuto de Bentinho e Capitu é a música Elephant Gun de Beirut, ela é perfeita em todos os sentidos. Para quem nunca ouviu essa música aqui vai o clipe dela.



                     Esse vídeo que postei é a música com edições de imagens do Mini Seriado.

Bom resumindo em tudo eu ameei tanto o livro quanto a mini série, e é assim que termino meu post de hoje, espero que tenham gostado. Até a próxima pessoal :)

2 comentários:

  1. Me desculpem os fã do livro, mas este livro não é pra mim. Já o li duas vezes em momentos distintos, confesso que possui trechos interessante e alguns levantamentos, mas de um modo geral a leitura não me agrada.

    ResponderExcluir
  2. Ja tem algum tempo que estou com vontade de ler um clássico e essa resenha só a aumentou mais ainda hahah Acho bem legal poder acompanhar nesses livros como era a vida das pessoas antigamente onde tudo é bem diferente do que conhecemos! Enfim, gostei muito da sua resenha ��

    ResponderExcluir

© Primaveras de Dezembro - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo